fbpx
Endereço
Millennium Shopping - Av.
Djalma Batista, 1661
Telefones
(92) 3659-3131
(92) 3214-2800
E-mail
contato@visionclinica.com.br
Horário de atendimento
Seg - Sex: 07:00 às 21:00
Sáb: 08:00 às 12:00 Dom : Fechado

O QUE É?

A Cirurgia Plástica Ocular é uma especialidade da Oftalmologia que cuida das pálpebras e dos tecidos em volta dos olhos, como glândulas, cílios e o sistema de drenagem da lágrima. As pálpebras são anexos oculares, sendo as principais estruturas responsáveis pela proteção dos olhos.

PRINCIPAL DOENÇA DAS PÁLPEBRAS

São comuns os cânceres de pele e manifestações de doenças sistêmicas como lupus, herpes, hanseníase e doenças da tireóide. O nosso próprio envelhecimento traz consigo alterações das pálpebras, principalmente na sua posição, como no caso do entrópio, situação em que os cílios ficam voltados em direção aos olhos, ou da ptose, onde a pálpebra superior fica mais baixa, às vezes ocluindo a visão. Uma queixa muito comum é aquele excesso de pele e gordura tanto das pálpebras superiores quanto das inferiores que traz um ar de cansaço e tristeza e denota um semblante envelhecido.

QUAL É O TRATAMENTO?

A maioria destes problemas pode ser resolvida, ou pelo menos amenizados através de pequenas cirurgias realizadas sob anestesia local, sem a necessidade de internação hospitalar, alta imediata, pós-operatório praticamente indolor, sem grandes restrições e mínimas cicatrizes.

A perda da elasticidade da pele, a ação da força da gravidade, o fumo e a radiação solar são fatores que causam o envelhecimento facial e, consequentemente, favorecem o surgimento de alterações nas pálpebras.

CIRURGIA

O maior objetivo da blefaroplastia é eliminar o excesso de pele e gordura ao redor dos olhos. O excesso de gordura nos olhos já começa a aparecer a partir dos 30 anos. O grau de intensidade do excesso de gordura ou de pele vai depender, sobretudo, da qualidade do tecido de cada pessoa e de fatores genéticos e características familiares. Há casos mais graves em que a pele da pálpebra superior chega a cair por cima dos cílios, ficando quase à frente da pupila, prejudicando a visão.

A blefaroplastia é uma cirurgia tranquila, porém delicada. Dura, em média, 40 minutos. É feita com anestesia local, o que permite ao paciente ir para casa logo após o término do procedimento.

PERGUNTAS FREQUENTES

1. Quando a cirurgia plástica ocular é reconstrutiva e estética?

A cirurgia é reconstrutiva quando ele promove a melhora da função ou anatomia dos anexos oculares que foram alterados pela idade ou por alguma intercorrência como deformidades provocadas por traumas, inflamações ou tumores. Ela é estética quando promove apenas a melhora da aparência, deixa a pessoa “mais bonita”, “mais satisfeita” consigo mesma. Proporciona um olhar mais jovem.

2. Quando a cirurgia reparadora ou reconstrutiva é indicada?

Ela é indicada quando os anexos oculares como por exemplo as pálpebras ou o canal da lágrima não estão funcionando normalmente, ocasionando sintomas como dificuldade de visão (“pálpebras caídas”) ou lacrimejamento excessivo (“canal entupido”).

3. Quais são os tipos de casos mais comuns que surgem na região dos olhos e que necessitam de cirurgia?

Os casos mais comuns são a) Pálpebras Caídas (ptose palpebral): que acarretam sensação de peso ou dificuldade de visão; b) Bolsões Palpebrais: abaulamento na região abaixo dos olhos que dão um aspecto de cansaço ou “noite mal dormida”.

4. Quais os casos mais comuns da especialidade Plástica Ocular?

Os casos mais comuns são:

a) Ptose: Pálpebra Caída;
b) Dacriocistite Crônica: canal da lágrima entupido;
c) Implante de Mulles: colocação de prótese ocular;
d) Tumores: reconstrução palpebral;
e) Exoftalmia: correção de olho “saltado” por doença da tireóide.

5. O botox interfere na visão?

O botox que é utilizado para corrigir rugas de expressão, caso não seja aplicado por profissional especializado, pode levar a efeitos indesejáveis como queda da pálpebra ou olho seco.